Grano alcança o sucesso no ramo de supercongelados

 

Conveniência e praticidade são valores que atualmente atraem os consumidores no varejo, principalmente em grandes cidades. Pensando nisso, a Grano Alimentos, com sede em Serafina Corrêa-RS, aposta desde o ano 2000 no mercado de hortaliças supercongeladas.

O nicho começou a ser explorado no Brasil na década de 90, com a chegada de produtos importados de empresas estrangeiras. Com o aumento da demanda, novas indústrias de congelados começaram a surgir,  principalmente em São Paulo. Hoje, o mercado cresce por causa da praticidade e qualidade que são oferecidas ao consumidor.

chef1premium

“No supercongelamento, o produto mantém as propriedades nutricionais melhor que o in natura porque ele passa por um branqueamento que elimina as enzimas e em seguida passa por um cozimento de 90 a 100 graus por 4 a 5 minutos, recebe um choque térmico (pasteurização) e é congelado. A partir desse momento ele mantem todas as suas propriedades e pode ser conservado a -18 graus por até 24 meses após o congelamento”, explica Edi Deitos, fundador da empresa.

inst032

A facilidade no consumo também é um fator diferencial, já que os pacotes evitam desperdício de alimentos pois trazem hortaliças já selecionadas, descascadas, cortadas e prontas para o consumo. A Grano pretende aumentar a durabilidade dos alimentos com o melhoramento da capacidade de refrigeração. Segundo Deitos, o consumo destes produtos cresce de 10 a 20% por ano.

plant-1024x162

Saiba mais sobre a produção em http://www.grano.com.br/


Todos os anos a ISLA Sementes lança tradicional calendário risque-rabisque que vai muito além dos dias e meses do ano, apresentando dicas e novidades do setor para produtores e consumidores. Em 2017, o curador do conteúdo foi o Canal do Horticultor, que apresenta mês a mês uma tendência da horticultura e um case que se destacou no mercado ao implementar esta tendência. A Grano é o case do mês de agosto!

Siga acompanhando o Canal do Horticultor para ver todos os cases!

 

Gostei(0)Não Gostei(0)

Tem algo para acrescentar sobre esse post? Compartilhe com a gente!