4 tipos de pepino que fazem sucesso no mercado brasileiro

O pepino tem grande importância social e econômica no Brasil, e é apreciado nas mais diversas regiões do país! O seu fruto protagoniza saladas, sanduíches, sopas e conservas cheias de personalidade! Além disto, devido às suas propriedades nutracêuticas, ele pode ser usado em remédios e cosméticos, ampliando as possibilidades de comercialização para os horticultores que investirem no material.

No mercado brasileiro, quatro tipos de pepino se destacam: o caipira,  o tipo conserva, o aodai ou comum e o japonês ou aonaga. Cada um deles com características únicas, seja quanto a textura e sabores, seja quanto ao comportamento e exigências para o bom desenvolvimento em campo. Conheça as características de cada um deles e saiba qual escolher para garantir o sucesso de sua produção!

Pepino do tipo comum (ou aodai)

Pepino Híbrido Targa, da ISLA Sementes (ideal realizar condução tutorada do material)

Considerando o volume de vendas de hortaliças, este tipo de pepino consiste no principal grupo de pepinos do ponto de vista de comercialização, sendo extremamente apreciado em regiões metropolitanas, como São Paulo. Caracterizado por frutos de coloração verde escura e formato cilíndrico, apresenta frutos de sabor agradável. Suas lavouras são predominantemente cultivadas em sistema tutorado.

Pepino tipo caipira

Pepino Híbrido Green Pick (esquerda) e Pepino Caipira (direita) da ISLA Sementes 

O pepino tipo caipira se caracteriza por frutos verde-claros com listras longitudinais e uma mancha denominada de “barriga branca”, comumente encontrada em frutos provenientes de cultivos sem tutoramento. Os frutos são colhidos com aproximadamente 15cm de comprimento e de 5 a 6 cm de diâmetro, dependendo das exigências de cada mercado. Os frutos geralmente possuem sabor agradável, livre de amargor. Cultivares com acúleos brancos são os preferidos, pois apresentam maior conservação pós-colheita!

Pepino Japonês (aonaga)

Pepino Híbrido Nagai Japonês, da ISLA Sementes

O pepino tipo japonês se caracteriza por frutos alongados e de coloração verde escura, com a presença de espinhos brancos, sendo colhidos quando os mesmos atingem cerca de 20 a 30 cm de comprimento. Muito aceito por mercados exigentes, ele possui um sabor agradável, com frutos que se desenvolvem sem a formação de sementes na maior parte das cultivares (partenocarpia). Esse pepino é predominantemente cultivado dentro de casas de vegetação, pois a polinização é indesejável já que altera o formato dos frutos.

Pepino tipo conserva 
Pepino Conserva Wiscosin SMR 18, da ISLA Sementes


Pepino Híbrido Pioneiro, da ISLA

O pepino indústria ou conserva se caracteriza por frutos colhidos precocemente, quando possuem entre 5cm a 7cm de comprimento. Os frutos possuem coloração verde escura. Os estados do Sul do Brasil, principalmente Santa Catarina, são os maiores produtores de pepinos para indústria.

Conheça dez variedades de pepinos de alto potencial que podem garantir o sucesso de sua lavoura!  

Procura materiais diferenciados, com características únicas como a ausência de adstringência e excelente produtividade? Confira as características dos Pepinos Híbridos Banglas e Durango! 

Fonte: Embrapa Hortaliças –  A cultura do Pepino

Conheça mais variedades e adquira sementes em www.isla.com.br!

Gostei(0)Não Gostei(0)

Tem algo para acrescentar sobre esse post? Compartilhe com a gente!