Como proteger sua propriedade rural da COVID-19

A pandemia de coronavírus (COVID-19) representa uma situação de risco que toda a população precisa lidar. A produção de alimentos saudáveis e toda a sua cadeia de produção são serviços essenciais e sua continuidade precisa ser mantida para benefício da sociedade. 

Contudo, é necessário que boas práticas sejam observadas por agricultores familiares, empresas, atravessadores e todos os elos da cadeia de produção de alimentos.

Confira algumas informações que levantamos diretamente do site do Ministério da Saúde:

COMO O CORONAVÍRUS É TRANSMITIDO?

*Aperto de mãos (principal forma de contágio)

*Gotículas de saliva

*Espirro

*Tosse

*Catarro

*Objetos ou superfícies contaminadas como celulares, mesas, maçanetas,etc. 

 

QUAIS SÃO OS SINTOMAS?

Os sintomas mais comuns são:

*Febre

*Tosse

*Dificuldade para respirar

 

COMO VOCÊ PODE SE PROTEGER?

Manter-se protegido e adotando uma higiene respiratória adequada é o primeiro passo para proteger você, a sua propriedade, sua família e seus colaboradores:

*Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%.

*Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos.

*Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

*Ao tocar, lave sempre as mãos como já indicado.

*Mantenha uma distância mínima de cerca de 2 metros de qualquer pessoa tossindo ou espirrando.

*Evite abraços, beijos e apertos de mãos. 

*Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto, os olhos também sorriem.

*Higienize com frequência o celular e os brinquedos das crianças.

*Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.

*Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.

*Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas. Se puder, fique em casa.

*Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, e fique em casa até melhorar.

*Durma bem e tenha uma alimentação saudável.

*Utilize máscaras caseiras ou artesanais feitas de tecido em situações de saída de sua residência. 

Nesse momento de restrições de contato social, a produção, circulação e comercialização de alimentos são consideradas atvidades essenciais para a sociedade. Para garantir que os alimentos saudáveis produzidos no campo cheguem até a mesa dos brasileiros, o trabalho no campo não pode parar, mas deve se adequar para se proteger e proteger toda a cadeia produtiva. 

Para ajudar o agricultor familiar a se informar sobre as medidas que precisam ser tomadas para se proteger do coronavírus, a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural – ANATER, elaborou uma Cartilha de Orientações, tendo como referência as informações disponibilizadas pela OMS e pelo Ministério da Saúde. 

Confira abaixo as principais práticas para proteger os seus funcionários e o funcionamento da sua propriedade rural que constam na Cartilha elaborada pela ENATER:

 

SUGESTÕES DE BOAS PRÁTICAS PARA PROTEGER OS COLABORADORES

* Lave as mãos e oriente que todos façam o mesmo, disponibilizando estações de lavagem de mãos para todas as pessoas;

* Distribua álcool em gel 70% para higienização das mãos;

* Organize a higienização maçanetas, interruptores, máquinas e garrafas de café, cabines de tratores, e todos os equipamentos de uso comum;

* Amplie a frequência de limpeza de pisos, corrimãos e banheiros com álcool 70% ou solução de água sanitária;

*Estimule a manutenção de portas e janelas abertas para facilitar a circulação de ar;

* Evite aglomeração de pessoas em locais fechados;

* Mantenha apenas uma pessoa por máquina ou cavalo; 

* Organize as refeições de modo a garantir o distanciamento das pessoas em refeitórios e restaurantes;

* Não permita caronas nos veículos e nem compartilhamento de cabines de colheitadeiras, tratores e caminhões;

* Adote turnos de trabalho. Isso ajuda a reduzir o número de pessoas trabalhando ao mesmo tempo;

* Adote sistema de trabalho diferenciado para colaboradores que estejam no grupo de risco para a COVID-19, como idosos (+ 60 anos) ou com histórico de doenças cardiovasculares, diabetes e outras que exijam cuidados permanentes;

* Funcionários doentes devem ficar em casa. Facilite a comprovação do atestado, evitando que eles compareçam à empresa;

* Respeite as leis trabalhistas e tome todas as medidas necessárias sempre dentro do que prevê a legislação. Documente tudo o que for feito nesse sentido;

* Procure informações sobre auxílios de crédito emergenciais ou prorrogação de débitos para manutenção de atividades produtivas e empregos durante o período da pandemia;

* Procure cuidar também da saúde emocional dos colaboradores. Esse é um momento de muito estresse e pode causar desestabilidade emocional em algumas pessoas.

* Evite a disseminação de pânico e cuide para não sobrecarregar os funcionários que permanecem trabalhando em meio à crise.

 

COMO PROTEGER SUA PROPRIEDADE RURAL?

* Planeje a disponibilidade de matéria-prima. Cuide para garantir que a propriedade tenha os suprimentos necessários de matéria-prima para suportar uma pequena interrupção;

* Previna-se para que não faltem itens essenciais. Fique atento à possibilidade de fechamento de estabelecimentos comerciais que fornecem à propriedade itens essenciais, como ração, medicamentos, equipamentos e vacinas.

* Suspenda recebimento de produtos que não sejam necessários no momento. As saídas e entradas de produtos na propriedade rural, devem ser controladas, se possível, mantendo apenas as atividades essenciais;

* Higienize as embalagens assim que chegarem à propriedade;

* Organize o mínimo contato da equipe interna com motoristas e outros prestadores de serviços devem permanecer no interior dos veículos durante entrega ou carregamento de mercadorias;

*Cancele visitas de pessoas externas seja de fornecedores, vendedores ou familiares, que não sejam essenciais;

* Adie atividades e viagens que podem ser adiadas. Se for inevitável, previna-se e siga as orientações das autoridades de saúde locais.

Fontes: 

https://coronavirus.saude.gov.br/

http://www.iagro.ms.gov.br/coronavirus-anater-produz-cartilha-de-orientacao-ao-agricultor-familiar/

Gostei(1)Não Gostei(0)

Tem algo para acrescentar sobre esse post? Compartilhe com a gente!