Teremos La Niña na safra 2016/2017?

Leia o depoimento do meteorologista do Inmet/MAPA, Luiz Renato Lazinski:

Segundo os prognósticos climáticos de médio e longo prazo, o fenômeno  climático “La Nina” já começa a influenciar o clima.

Para o centro-sul do Brasil, são esperadas chuvas mais irregulares e abaixo da média nas próximas semanas, principalmente no Rio Grande do Sul e Argentina. Já para as regiões centro-oeste e áreas produtivas do nordeste, as chuvas, que estão atrasadas devem regularizar nas próximas semanas, inclusive com volumes acima da média. Para o sudeste as chuvas devem concentrar mais ao norte da região, principalmente em Minas Gerais e Espirito Santo.

As temperaturas também seguem abaixo da média no sul do Brasil, com a entrada de massas de ar frio de forte intensidade para a época do ano.

Foram registradas temperaturas mínimas próximo a zero na serra do R.G.doSul e Planalto Sul de S.Catarina (3,5°C em São Joaquim –SC -12/11/16 e 01°C em Bom Jardim da Serra – SC, 12/11/16), agora no início de novembro.

Mais massas de ar frio de forte intensidade devem chegar ao sul do Brasil no próximo final de semana (entre os dias 18 a 21/11), provocando uma queda acentuada nas temperaturas e com formação de geadas de leve intensidade (geadas de baixadas) no sul do Paraná, Planalto Sul de S.Catarina e Serra Gaúcha.  

Resumindo, os agricultores não esperem um clima muito favorável, como o que ocorreu nas últimas três safras passadas no sul do Brasil. 

As chuvas por aqui devem ser muito irregulares, o que pode ocasionar “veranicos” ao longo da safra de verão e, prejudicar o bom desenvolvimento das lavouras nesta região.

Por outro lado, as chuvas que não foram muito favoráveis ao desenvolvimento das lavouras no centro-oeste e áreas produtivas do nordeste nos últimos dois anos, devem ser mais abundantes, melhor distribuídas e apresentarem volumes acima da média nesta próxima safra de verão, que está começando.

Luiz Renato Lazinski
Meteorologista
INMET/MAPA

Fonte: Notícias Agrícolas 

 

Gostei(2)Não Gostei(0)

Tem algo para acrescentar sobre esse post? Compartilhe com a gente!